Inicia o Saque do FGTS das contas Inativas

Na expectativa de um volume muito grande de saques das contas inativas do FGTS, a Caixa Econômica Federal vai abrir as portas de 1.840 agências no próximo sábado. Das 4,2 mil unidades de atendimento, a instituição escolheu as agências com o maior número de clientes para prestar atendimento no dia 11 deste mês, apenas um dia após o início do prazo para o resgate dos recursos.

 

O funcionamento das agências no sábado será exclusivo para atender trabalhadores que querem sacar o dinheiro das contas inativas. A retirada está liberada para quem pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. O atendimento será feito das 9 horas às 15 horas. Além do próximo sábado, está prevista a abertura das unidade também nos 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

A partir de sexta-feira, poderão sacar o dinheiro os cotistas do fundo que nasceram em meses de janeiro ou fevereiro. De acordo com o cronograma do governo, até o dia 31 de julho todos os trabalhadores terão o direito de fazer o resgate das contas inativas.

No dia 10 do mês que vem, a Caixa liberará os saques para trabalhadores nascidos em março, abril e maio. A partir de 12 de maio, será a vez de quem nasceu em junho, julho e agosto. Já no dia 16 de junho, o resgate será permitido para pessoas de setembro, outubro e novembro. Quem nasceu em dezembro, só poderá fazer a requisição do fundo de garantia no dia 14 de julho.

Ao todo, há 49,6 milhões de contas inativas que podem ter os recursos sacados. Juntas, elas têm um saldo de R$ 43,6 bilhões.

A liberação beneficiará 30,2 milhões de trabalhadores. A previsão da equipe econômica é que a medida injete mais de R$ 30 bilhões na economia brasileira. Outra expectativa é que os recursos sejam usados para o pagamento de contas atrasadas e diminua a grau de inadimplência.

Para atender ao trabalhador, a Caixa criou um link em seu site pelo qual o trabalhador poderá saber se tem direito, o valor e a data do pagamento. Além disso, há o Serviço de Atendimento ao Cliente (0800-726-2017) e as seguintes formas de consultar as informações:
- Aplicativo FGTS, que pode ser baixado da loja no celular, por exemplo, App Store, em celulares Apple, e Google Play, nos aparelhos com Android
- Quem é beneficiário do Bolsa Família, por exemplo, e tem o "Cartão do Cidadão" tem que digitar o número do PIS e a senha deste cartão
- Quem não tem o cartão precisa criar uma senha, informando que é seu primeiro acesso
- Internet banking, se o trabalhador é cliente da Caixa, na opção "Serviço ao Cidadão" (neste caso, quem não tem a senha precisa ir até uma agência para cadastrá-la)


Fonte:

http://oglobo.globo.com/oglobo-21017359#ixzz4ahRy7Df9